Como preparar os jovens para o mercado de trabalho?

Saiba o que seu filho deve aprender para ser bem sucedido na carreira escolhida

3 de agosto de 2017 - Por: Redação


jovem mercado de trabalho

Sabemos da importância de uma formação acadêmica para conseguir um bom emprego. Porém, o que devemos ter em mente quando pensamos no futuro profissional de nossos filhos é que o conhecimento técnico não é a única coisa que importa. Eles necessitam de diversas outras habilidades, principalmente emocionais e relacionais, para terem um lugar de destaque no mercado de trabalho.

 

De acordo com André Scelza, psicopedagogo do Colégio Marista Santa Maria, é preciso pensar no que os empresários buscam hoje. “Eles querem pessoas com conhecimento técnico e comprometidas com as metas e valores. Além disso, é desejável que os profissionais sejam honestos, responsáveis e capazes de tomar decisões. Mas, acima de tudo, que saibam se relacionar com os outros”. E essas habilidades são desenvolvidas durante a infância e adolescência no convívio com a família e no aprendizado escolar.

 

“Os pais e educadores têm uma responsabilidade nesta formação. Preparar para o futuro compreende ensiná-los a lidar com frustrações, a conhecer o não e aprender o que fazer com ele”, adiciona André. Everson Caleff, diretor geral do Colégio Marista Santa Maria, concorda e afirma que “ensinar responsabilidade, inteligência emocional e espírito colaborativo deve fazer parte do cotidiano pedagógico e educacional de uma escola”.

 

A ESCOLA E OS PAIS DEVEM:

– Ensinar as crianças e jovens a dosarem a passividade e agressividade para terem uma atitude adequada quando as coisas não saem como planejado.

– Deixá-los explorarem os problemas e, se for preciso, mediarem a situação, mas não poupá-los.

– Entender que o mercado de trabalho precisa de pessoas que saibam o que fazer diante dos problemas, de forma ética e responsável e respeitando as regras sociais.

– Os filhos devem ser educados com muito amor e atenção constante, mas também é preciso fazê-los refletir sobre seus atos.

– Pais: evitem questionar as autoridades instituídas diante de seus filhos, pois eles vão precisar da noção de Lei para aprender a conviverem.



Viverno digital

Loading...