Como impor limites aos filhos

Aprenda a dizer não à criança para que ela cresça e se torne e independente

30 de março de 2017 - Por: Redação


Marista_Como impor limites aos filhos pequ

Será que é fácil dizer não a um filho? Certamente não, pois queremos que eles sejam felizes e consigam aquilo que desejam. Mas dizer sim para tudo pode comprometer a independência e autonomia da criança. Conversamos com a coordenadora da Educação Infantil do Colégio Marista Paranaense, Sibele Dal Col, sobre como estabelecer limites.

 

POR QUE NÃO CONSIGO IMPOR LIMITES?

Os motivos são inúmeros, “inclusive porque não há um consenso entre todas as famílias sobre quais são os limites adequados a cada faixa etária. Cada família vai construindo o que considera correto”, afirma. Segundo a coordenadora, essas concepções variam de acordo com as experiências de cada um dos pais, as diferentes opiniões entre eles, a maneira como escolheram criar seus filhos, entre muitas outras variáveis. “Para algumas famílias os limites são muito claros, para outras, há uma dificuldade em manter certos combinados, o que interfere na compreensão das crianças sobre o que é esperado delas.”

 

ONDE EU ERRO?

Quanto mais claros forem os combinados entre pais e filhos, mais tranquila será a compreensão que a criança terá a respeito dos seus limites.

 

– Mantenha as regras sempre

– Não ceda de acordo com pressão ou choro

– Cuidado para o pai ou a mãe não desautorizar o outro: deem sempre a mesma reposta ao filho

 

TODA AÇÃO TEM UMA CONSEQUÊNCIA

A criança deve compreender que todas as ações têm uma consequência, portanto, quando ela descumpre um combinado a consequência deve estar relacionada à sua ação. “Por exemplo, ajudar a limpar o que sujou ou guardar o que tirou do lugar. Mas lembre-se que a consequência deve estar de acordo com o nível de compreensão dela”, esclarece Sibele.

 

APRENDENDO A NEGOCIAR

Desde muito pequenos os filhos são bastante competentes e têm uma percepção apurada a respeito do papel de cada um em sua família.

– É importante deixar claro o que se espera dele

– Explique como as suas atitudes influenciam em todas as pessoas da família

– Entenda em quais situações a negociação faz parte da convivência social e pode ser uma importante ferramenta de diálogo

 

COMO DIZER NÃO?

Os pequenos ainda estão construindo sua noção de certo e errado, por isso é essencial estabelecer limites claros.

 

– A criança só entende a exceção após ter a compreensão da regra. Portanto, é preciso cuidar com as negociações, é importante que a família mantenha sua opinião sobre um determinado assunto para facilitar o entendimento do que foi combinado.

 

– Seu filho precisa saber que o sim é sim, e que o não é não. Mesmo que ele insista muito ou faça manha, não mude de ideia

 

BIRRA EM LOCAL PÚBLICO

– Mantenha a calma

– Fale em tom baixo com a criança, porém de maneira clara e segura, dizendo o que espera dela

– Não ceda à vontade dela nesse momento, caso contrário, entenderá que todas as vezes que quiser algo poderá usar esse mesmo comportamento

 

RODA DE CONVERSA

O Colégio Marista Paranaense desenvolve há alguns anos o projeto Roda de Conversa para ajudar as famílias a lidar com dificuldades na criação dos filhos. “Um dos objetivos é resgatar a presença da família no ambiente escolar, aprofundando temas que despertem o interesse dos pais, possibilitando a reflexão sobre a formação da criança, a função da escola e o papel da família”, finaliza a coordenadora.

 

Related Post



Viverno digital

Loading...